Substantivar por aí

Para que o brilhantismo seja maior, nada melhor que tudo seja envolto “numa arquitectura organizacional e sistémica não disruptiva, sujeita a procedimento concursal, tendo em consideração uma perspectiva integracional, multifocal e societal e uma maturação resiliente de empoderamento agilizadamente proactivo, mas alocado num contexto de geometria variável”. (…)

Não se percebe nada, mas infelizmente há cada vez mais gente a falar assim. António Bagão Félix escreve sobre a mania de criar substantivos rebuscados neste texto certeiro e muito divertido.

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s