Criatividade, por George Steiner

Tive imensos alunos vindos da China e da Índia. Os chineses dizem sempre que sim e aprendem tudo de memória — o que para mim é algo extremamente benéfico. Mas os indianos são criativos. Dizem que não e vão à procura da sua própria opinião. Estou muito otimista em relação ao futuro da ciência, da arte, da língua e da filosofia indianas. (…)

Continuar a ler a (imprescindível) entrevista de Luciana Leiderfarb a George Steiner, no Expresso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s