“Vivemos no deserto, ou no inferno, do igual.”

O filósofo sul-coreano Byung-Chul Han, um destacado dissecador da sociedade do hiperconsumo, explicou em Barcelona as suas críticas ao “inferno do igual”. Para ler e sublinhar no El País.

Nota: há 8 livros de Byung-Chul Han traduzidos para português e editados pela Relógio d’Água.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s