Tai•mau•ta

Na sua crónica de segunda-feira, Miguel Esteves Cardoso inventou o adjectivo taimauta. Com raiz na revista Time Out, “taimauta” tem a ver com aparências e falta de substância, meias-verdades e repetições, atracções efémeras e falsa patine. MES aplica-o ao turismo e a uma Lisboa transformada em parque de diversões, mas dá para desviar para outras áreas. É um adjectivo muito sonoro e bom para resumir tantas coisas que nos aborrecem por isso salta directamente para o nosso vocabulário-urbano-básico. A crónica pode ser lida aqui.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s